Reflexões

A história se repete…

A história se repete

E quando a vida roda e você se vê experienciando as mesmas coisas de antes (mesmos acontecimentos)?

 

Isso já aconteceu com você? Você sente como se fosse um padrão que você está condenada a repetir?

 

Você se pergunta sempre Por quê?

 

Talvez você não tenha aprendido, talvez tenha colocado muita “força” para as coisas acontecerem,  talvez esteja preocupada demais, talvez não esteja atenta aos sinais, corre contra o tempo e não se percebe.Talvez…

 

Não percebe o entorno, não percebe que está em um ciclo não virtuoso, apenas percebe que a história se repete

 

Essa velha frase: A história se repete! Te parece familiar? Pare e pense;

 

No passado você realmente passou por essa fase bem e com todos os conflitos resolvidos? Você se aceitou e se perdoou por isso? Você resolveu? Colocou para fora?Você fez o que realmente devia e queria fazer? O desenrolar das coisas…Como aconteceu? Como você superou isso?

 

Reflita…

 

Por que você acha que isso acontece? Por que a história se repete?

Isso acontece porque nossas atitudes, muitas vezes, refletem conflitos adiados ou não resolvidos.

 

Não aprendemos!

 

Atraímos exatamente o que tememos, pois é o que mais está presente em nosso inconsciente, as histórias que se repetem, são apenas projeções de nossas crenças negativas e de nossas necessidades internas, baseadas nas limitações de nosso Ego, que é o guardião de nossas memórias inconscientes.

 

A vida está nos dando uma nova chance, estamos aqui para evoluir…E essa repetição tem um sentido, você só precisa estar atenta aos sinais.

 

Normalmente o que acontece é o contrário, não olhamos para esses fatos de forma consciente, eles passam, nos perguntamos porquê a história se repete, porém, com a intenção de que Deus nos responda de forma clara, ou tentando entender porquê o outro, a vida, o universo, o meio faz isso com nós, Por que merecemos isso?!

 

Mas e a reflexão? Quem fará? A reflexão sobre o que aprendemos, se aprendemos e porque devemos aprender algo com essa “história repetida”.  A reflexão precisa ser profunda e para mergulhar profundamente você precisa estar disposta a ver aquilo, que talvez, não te agrade tanto. Trata-se de um trabalho denso e gradual, que exige muita coragem e generosidade consigo mesma, porém é libertador e gratificante.

 

Trazer para consciência aquilo que ficou guardado, mergulhar fundo, entender o que antes parecia não entendível… Se perguntar, questionar, repetir o questionamento, silenciar, limpar as emoções, chorar, correr, ler…e esperar as respostas, estar aberta para escutar… Realmente desejar respostas… Isso ajuda a iniciar o entendimento e a aceitar o processo de aprendizagem e evolução.

 

Limpar o canal para que coisas boas possam entrar e para que as situações fiquem mais claras.

 

Esse é o meu processo de cura e hoje, exatamente hoje, eu o aceito e o entendo! Escuto os sinais e me envolvo com meus pensamentos, tento escutar além do ego e me conectar com meu eu divino, com Deus, com a minha essência.   

 

Através de técnicas terapêuticas alternativas, leituras, silêncio, diálogos internos, meditação, controle da mente, orações e entendimento de todas as minhas partes eu limpo o meu canal para que coisas boas e novas possam entrar, eu gosto do novo e desejo que ele entre, mas para isso eu preciso estar atenta aos sinais…

 

Esse é o meu caminho.

Gratidão por você fazer parte dele.

Receba novidades direto no seu email!

Veja também

0 Comentários

Deixe uma resposta