Comportamento

Como as pessoas que te amam podem te limitar e o PODER de libertação que VOCÊ tem em suas mãos.

Poder

Esses dias presenciei uma cena que me fez lembrar o quanto a atitude do outro (mesmo aqueles que nos amam) tem poder sobre nós e sobre nossa evolução e como isso influência e faz diferença na nossa caminhada.

Há alguns meses atrás, eu estava em um laboratório para fazer um exame e sentada ao meu lado havia uma mãe com sua filha pequenina e linda, era bem cedo (7:00 AM) e a Mãe possivelmente estava acompanhando alguém, a menina era serelepe e àquela hora não parava de fazer sons com a boca, uma vozinha linda, lembrei da minha pequena Mimi que também adora fazer esses sons, naquele momento de FLOW da menina a mãe, já irritada, lhe diz: “ Paraaaa, eu já não te disse que a sua voz irrita as pessoas? ”. Oi?! Nossa! Fiquei com uma imensa vontade de me meter na conversa e dizer que NÃO! NÃO IRRITA! Na verdade está trazendo alegria para esse lugar frio e cinza, mas eu acho que a mãe não estava em um bom dia, então me abstive da “ intromissão”.

Porém, aquele momento me trouxe uma breve reflexão e um insight que vamos falar ao longo desse texto, continue lendo.

Você já parou para pensar em quantas vezes, pessoas que te amam, te disseram coisas que podem ter criado em você uma limitação?

Você já parou para pensar em quantas vezes você ouviu coisas do tipo: “ Isso não é para seu bico, vai ter que sofrer muito para conseguir, você não consegue, você não é bom o bastante, você não nasceu para isso, você é burro, as pessoas não gostam de você, não vai se sair bem, você é uma criança feia…? “

Você já parou para pensar que essas frases podem ter criado em você algo que não percebeu? Mas que pode estar prejudicando o seu desenvolvimento pessoal e talvez profissional?

Talvez isso possa ter criado em você a limitação e o medo de tentar, principalmente se foram ditas por pessoas que você ama, pelo seu porto seguro, por sua referência ou por um formador de opinião importante em sua vida, tais palavras tem o poder de condicionar uma pessoa e fazê-la acreditar que aquilo é verdade e aí “a mágica” acontece: Você para de tentar.

Não é culpa do outro, essa foi a forma que ele encontrou de te orientar, baseado no tempo dele, na crença dele, o problema é que você acreditou e parou de tentar, virou um adulto e continua sendo guiado pelo que o outro pensa ou pensou a seu respeito. Mas como diz o grande filósofo Jean Paul Sartre, e eu levo isso para minha vida:

“ Não importa o que fizeram com você, o importante é o que você vai fazer daquilo que fizeram com você. ”

Quando você abre mão de culpar o outro, o caminho para a cura, para a libertação, se abre, você enxerga que o poder é seu…você se liberta da necessidade de esperar que outro faça algo que melhore a sua vida.

Você toma as rédeas da sua própria vida e à faz conforme VOCÊ deseja. Já pensou nisso? No poder que você tem de criar seu próprio caminho, sua própria vida?

“ A arte de ser sábio consiste em saber o que ignorar. ”  

Daniel Goleman nos diz em seu livro Inteligência Emocional que há centenas de estudos que demonstram que a forma como os pais tratam os filhos – se com rígida disciplina ou empática compreensão, indiferença ou simpatia, etc – tem consequências profundas e duradouras para a vida afetiva da criança. Os três mais comuns padrões de pais emocionalmente inábeis, de acordo com Goleman, são os que ignoram qualquer tipo de sentimento do filho, os que sabem o que o filho está sentindo, porém não os orientam e até “compram” a criança para que ela não fique triste ou zangada e aqueles que são muito rigorosos e não respeitam as manifestações infantis da criança (assim como fez a mãe descrita acima).

De acordo com Goleman, é natural que em algum momento tenhamos alguns “devaneios” como pais, porém esses, precisam ser corrigidos para não virarem hábitos e ciclos viciosos que prejudicam a criança em sua evolução emocional.

Contudo, Goleman também nos ensina em seu livro, formas de desenvolvermos algumas habilidades emocionais quando adultos, isso é possível, a ciência nos ajuda a entender que somos capazes de mudar e a vida nos mostra que podemos ser os donos da nossa própria história. Sejamos a pessoa que sofreu abusos verbais, sejamos os pais, professores, etc, que abusam ou abusaram…TODOS podemos rever nossos conceitos e mudar em prol de algo melhor.

Eu acredito muito no poder de transformação do ser humano, mas é imprescindível que para se transformar você se responsabilize pelos seus atos quando adulto e tome consciência de suas crenças limitantes, que impedem o seu progresso, isso talvez seja mais demorado para alguns e menos para outros, mas é possível para todos e essencial para o desenvolvimento humano.

Você não deve se limitar e apenas acreditar que não pode, o medo é algo inerente ao ser humano, todos temos medos, o que diferencia uns dos outros é a coragem em tentar. Um antídoto para o medo é a ação, quando você age apesar do medo, você rompe a barreira da limitação.

Medo

Eu acredito que cada ser humano vem a esse mundo com uma MISSÃO e que temos dons únicos para entregar ao mundo, porém mesmo sendo capaz de muito é natural que não sejamos 100% em tudo, mas mesmo que você não tenha todas as aptidões que deseja, você pode contribuir com o seu melhor. Descubra seus dons, suas forças pessoais e as utilize em seu favor, as utilize também para te ajudar a melhorar aquilo que você não desempenha tão bem, se te incomoda, ajuste, mas nunca deixe que te digam que não é capaz. TENTE, teste, AJA…não se limite por crenças que foram criadas, muitas vezes, sem a intenção de te prejudicar.

O mundo precisa de VOCÊ, o mundo precisa de nós, pessoas que te amam podem fazer isso sem perceber, pessoas que não te amam podem fazer isso com o propósito de te derrubar, isso acontece quando criança, quando adulto e a todo momento, mas só VOCÊ tem o PODER de aceitar essa afirmação, só você tem o poder de dizer SIM ou NÃO.

Você é capaz de mudar a sua realidade hoje, se liberte de seus medos e aja em seu favor, você é a dona do seu HOJE e modeladora do seu AMANHÃ.

Comece agora!

ação

Ah, e se você é mãe ou pai, não esqueça de tomar doses de paciência todos os dias para lidar com seu pequenino, tente fazer o seu melhor sempre, não há uma receita pronta ou um manual de instruções e também não há garantias de “sucesso” e eu também não estou isenta disso, mas se podemos entregar o nosso melhor aos nossos filhos e ajudá-los em seu desenvolvimento com todo o amor e entrega e com muita paciência, mesmo nos dias mais difíceis, por que não tentar?

Se torne responsável pelo que cativas e tome essa responsabilidade para si. Se algo der errado, se topar, vigie. Reflita e ajuste. Não se culpe, apenas seja responsável e ajuste.

Para te ajudar com esse exercício de paciência eu fiz um áudio que você pode ouvir todas as manhãs. São exercícios que te ajudarão a respirar (respiração diafragmática – é o primeiro passo para restabelecer o equilíbrio e também para o relaxamento, desconstruindo o mecanismo de luta ou fuga causado pela respiração torácica) e diálogos internos favoráveis que te permitirão se manter presente em momentos mais difíceis. Aproveite (Para ouvir clique aqui)

E se você é alguém que ouviu muitas críticas e deseja melhorar a sua auto confiança e sua auto estima, leia esse texto e ouça esse áudio, eles podem te ajudar.

Gostou do artigo e acredita que ele pode ajudar uma amiga com essa leitura? Então compartilhe-o nas redes sociais e envie para sua amiga.

E não deixe de se cadastrar em nossa lista de e-mail, além de ser a primeira a receber novidades para VIVER e MELHOR você ainda pode baixar gratuitamente o ebook que vai transformar o seu dia a dia com dicas valiosas para ser mais OTIMISTA em sua rotina diária.

Receba novidades direto no seu email!

Veja também

0 Comentários

Deixe uma resposta